Quem faz tratamento ortodôntico deve ter um cuidado redobrado com a escovação e limpeza dos dentes, da gengiva e do próprio aparelho.

Uma higienização incorreta pode facilitar o aparecimento de doenças bucais como, cáries, placas bacterianas, manchas nos dentes, gengivite e doenças periodontais.

Podendo, ainda, comprometer os resultados estéticos esperados, afinal, além de dentes bem alinhados, o objetivo é ter um sorriso branco e saudável.

No post de hoje, preparamos 8 dicas para você limpar o aparelho com mais facilidade e garantir a sua saúde bucal. Confira!

1. Remova os elásticos intermaxilares

Retire os elásticos intermaxilares antes de começar a escovação e o uso do fio dental. Isso vai facilitar todo o processo de limpeza, dando maior liberdade para manusear a escova e o fio.

2. Substitua a escova dental periodicamente

Uma escova dental nova pode remover até 30% mais placa bacteriana que uma escova em uso há 3 meses. Com a pressão exercida sobre os dentes, as cerdas da escova se desgastam, perdendo sua funcionalidade de limpeza mecânica, além de acumular bactérias.

Uma escova convencional é perfeitamente capaz de garantir a higiene adequada do seu aparelho, desde que esteja com as cerdas alinhadas e seja utilizada corretamente após as refeições.

Fique atento aos sinais do momento de troca da escova! Em geral, os dentistas recomendam substituí-la a cada três meses, mas ela deve ser trocada em um prazo menor se as cerdas estiverem desgastadas.

3. Posicione a escova corretamente durante a escovação

Para uma limpeza profunda a escova deve ser colocada em um ângulo de 45 graus. Faça movimentos de vai e vem, massageando suavemente a interseção entre os dentes e a gengiva, evitando assim o acúmulo de restos de comida. Não se esqueça de escovar também a língua.

Use sempre escova de cerdas macias e cabeça pequena para evitar lesões na gengiva e alcançar bem os dentes mais ao fundo da boca.

4. Use uma escova interdental

A escova interdental é uma grande aliada para prevenir e remover a placa bacteriana que pode se formar entre os dentes e os bráquetes.

Seu formato em cone facilita a passagem entre uma peça e outra, permitindo limpar os quatro lados do bráquete.

5. Utilize um passa fio

O passa fio é um acessório plástico em formato de agulha que facilita a passagem do fio dental entre os dentes e entre as peças do aparelho, garantindo uma melhor limpeza. Apesar de demorado, o uso do fio dental é essencial para garantir uma higienização completa do aparelho.

6. Use um enxaguante bucal ou solução fluoretada

Para completar a limpeza, após a escovação e o uso do fio dental, pode-se usar um enxaguante bucal sem álcool ou uma solução com flúor. Seu ortodontista fará a melhor indicação.

Evite as formulações de enxaguante com álcool, pois elas podem agredir as mucosas e facilitar o aparecimento de lesões.

7. Use um aparelho removível

Converse com o seu dentista sobre a opção de usar o aparelho removível no lugar do aparelho fixo. O aparelho removível ou móvel tem a mesma eficácia do aparelho fixo, pois também utiliza a força mecânica para movimentar os dentes.

A diferença está mesmo na possibilidade de ser retirado — o que é uma grande vantagem em termos de facilidade de limpeza dos dentes e do aparelho, mas que também exige maior disciplina do paciente em relação à constância do uso para não comprometer o tempo e a eficácia do tratamento.

8. Use alinhadores transparentes para limpar o aparelho

Os alinhadores transparentes são um aparelho removível, fabricado sobre medida, com o uso de tecnologia 3D para moldar cada dente — o que permite um encaixe perfeito e praticamente imperceptível.

É um modelo que não utiliza bráquetes ou fios e pode ser retirado para limpeza. Promove, ainda, uma movimentação suave dos dentes, reduzindo as principais queixas de desconforto e ansiedade.

Gostou das nossas dicas para limpar o aparelho com facilidade? Então leia também o nosso artigo com 5 dicas para a escolha do aparelho ortodôntico ideal!