Se você é o tipo de pessoa que morre de medo de dentista e até arrepia apenas ao pensar no barulhinho do motor, então é bom saber que esse sentimento é mais comum que muitas pessoas imaginam. Vários pacientes ficam aflitos nessa situação, temendo qualquer tipo de dor ou desconforto.

A boa notícia é que existem maneiras de superar todo esse trauma e tornar a experiência mais leve. Ficou curioso e quer saber como? Então não deixe de ler esta postagem até o final!

Reflita e descubra o que te preocupa

Esse é o primeiro passo para atuar de forma eficiente: pensar e refletir sobre o que traz tanta apreensão e medo. Quando o assunto é visitar o dentista, podemos considerar o barulho do motor, medo da anestesia, trauma de infância ou qualquer outro ponto de tensão.

Descobrir o que causa todo esse medo é fundamental para superar a situação e investir em ações para revertê-la.

Escolha um dentista capacitado

Contar com o suporte e ajuda de um profissional devidamente capacitado e pronto para esse desafio faz toda diferença. Isso porque ele entende o seu temor, mas, ao mesmo tempo, consegue transmitir a segurança que você precisa para esse momento.

Portanto, procure por um profissional de confiança, peça recomendações para os amigos e fique bem à vontade. Deixe nas mãos dele a tarefa de cuidar dos seus dentes.

Converse na primeira consulta

A primeira consulta pode ser usada para estabelecer uma relação de confiança com esse profissional, então aproveite para conversar e tirar todas as suas dúvidas. Confesse seus medos, revele as inseguranças e faça com que ele consiga te ajudar.

Acredite: essa é uma ótima maneira de criar uma empatia entre vocês, fazendo com que seja mais fácil receber um tratamento diferenciado.

Combine alguma sinalização entre vocês

Para ficar mais tranquilo, uma boa dica é combinar alguma sinalização que funcione como uma maneira de se comunicar durante os procedimentos. Pode ser algo como levantar a mão sempre que você sentir dor ou ainda explicar os procedimentos mais comuns.

Essa é uma maneira de saber que você também está no controle e vai conseguir parar o dentista sempre que sentir alguma dor ou desconforto mais forte. Pode parecer bobagem, mas isso transmite uma segurança e tanta!

Respire fundo e controle a ansiedade

Muitas vezes ficamos tão ansiosos que acabamos dificultando todo o procedimento. Nada mais natural, já que assumimos uma postura mais rígida e sentimos ainda mais qualquer intervenção.

Para aliviar, o melhor caminho é relaxar um pouco. É claro que a tarefa não é nada fácil, mas isso não significa que você não deva tentar. Pratique um exercício de respiração, controle as emoções e lide com a situação com o máximo de naturalidade que conseguir.

Faça o tratamento antes que a situação piore

Muitas vezes o medo de dentista faz com que façamos visitas com um espaçamento maior que o recomendado. Nesse caso, o que poderia ser tratado com uma simples limpeza de placa bacteriana já virou uma cárie e, em casos mais graves, até um canal.

Essa situação piora ainda mais o trauma, pois você acaba precisando de tratamentos mais elaborados. Portanto, para não sofrer muito, faça visitas periódicas, evite que os problemas se agravem e garanta um sorriso bonito e saudável.

Escute uma música

Se o que te incomoda são os barulhos dos motores, é bom saber que você não tem que escutá-los. Leve um fone de ouvido e escute alguma música que goste enquanto é realizado o procedimento.

Pode acreditar: você vai relaxar com mais facilidade, esquecer por alguns momentos onde está e deixar o medo de dentista para trás.

Depois de entender como superar essa situação e tornar o procedimento mais fácil, não deixe de adotar essas dicas que listamos aqui e superar o medo com mais facilidade. Além disso, lembre-se de que um profissional capacitado pode tornar o momento bem mais tranquilo!

Agora que você já sabe que o medo de dentista não merece dominar a sua vida, continue se informando sobre o assunto. Descubra no nosso post os tipos de sorriso existentes e qual é o seu!