A história da ortodontia é repleta de pequenas descobertas e invenções na busca pela correção dos dentes, se desenvolvendo em paralelo à história das civilizações.

Do aparelho metálico encontrado na boca de uma múmia de aproximadamente 3 mil anos de idade às margens do Rio Nilo e das técnicas de pressão com os dedos utilizadas pelos romanos até a invenção do bandeau, um aparelho criado no século XVII por um dentista francês, sem dúvida a odontologia evoluiu muito.

Mas não foi até meados do século XIX, com a fabricação de fios, braquetes e bandas feitas em aço inoxidável, que a humanidade passou a contar com um meio seguro e eficiente para corrigir e alinhar os dentes. Daí para a invenção do aparelho fixo como conhecemos, a evolução foi impressionante.

Porém, existem algumas desvantagens na utilização dos aparelhos fixos, especialmente se considerarmos que existem alternativas mais confortáveis, eficientes e seguras.

Quer saber mais sobre os dispositivos de correção dos dentes que podem auxiliar na busca por um sorriso bonito e alinhado? Confira:

Aparelho fixo metálico

O aparelho fixo composto por peças de metal coladas aos dentes é o mais comum. Ele tem sido utilizado por boa parte dos pacientes que desejam corrigir a posição ou alinhamento dos dentes a um custo relativamente baixo.

Além dos braquetes (as peças metálicas fixadas nos dentes), ele é composto por fios ortodônticos e borrachas elásticas.

Aparelho fixo estético

Uma opção mais discreta ao aparelho fixo convencional é o aparelho estético, composto por braquetes feitos de safira ou porcelana.

Por ser praticamente invisível, ele se tornou a escolha de artistas e profissionais do meio, e depois foi adotado por empresários e pelo público em geral, apesar do custo mais elevado.

Desvantagens do uso de aparelho fixo

Apesar de ainda ser bastante utilizado por pacientes de todo o mundo para corrigir o alinhamento e a posição dos dentes, com resultados satisfatórios, existem diversas desvantagens no uso do aparelho fixo. Entre elas, podemos citar:

1. Desconforto e dores durante o uso

Um dos principais problemas relatados por usuários do aparelho fixo é o desconforto causado pelas peças que ficam em contato com os lábios e bochechas. Machucados e ferimentos nesses locais são comuns. Os ajustes feitos no aparelho também podem resultar em dores persistentes na mandíbula.

2. Dificuldade para fazer a higiene

A higienização durante o uso do aparelho fixo deve ser impecável, para evitar problemas como cáries, acúmulo de placa bacteriana, manchas nos dentes e até inflamações na gengiva. Porém, os braquetes fixados nos dentes e o suporte de aço que os liga comprometem a escovação e dificultam na hora de fazer uma higiene adequada.

3. Comprometimento da estética

Apesar de não ser mais tabu, o aparelho fixo composto de peças metálicas compromete o sorriso e a estética do paciente. Esse é, inclusive, o principal motivo da resistência de muitas pessoas em usar o aparelho fixo metálico, já que o comprometimento da aparência pode prejudicar a vida social, familiar e profissional.

4. Restrições na alimentação

Outra desvantagem no uso do aparelho fixo é a necessidade de se evitar alguns tipos de alimentos que podem danificar suas peças ou aderir aos dentes, dificultando a higiene. Entre os alimentos praticamente proibidos para quem usa aparelho fixo estão:

  • alimentos muito duros (amendoim, castanhas, pé de moleque);
  • alimentos pegajosos (balas, caramelos, chicletes);
  • alimentos fibrosos que soltam fios (manga, abacaxi, alguns tipos de carne);
  • alimentos com excesso de açúcar, por conta do risco de cáries.

Mas já existe uma alternativa segura e acessível para driblar todas essas desvantagens dos aparelhos fixos: os alinhadores transparentes. Igualmente eficientes, eles são compostos por placas de acetato transparente feitas sob medida para se encaixar na boca de cada paciente.

Além de oferecer um resultado estético agradável e não comprometer o sorriso, eles não modificam a rotina e facilitam a higienização e a alimentação, já que podem ser removidos quando necessário.

E você, já usou ou usa aparelho fixo? Se interessou pelos alinhadores transparentes? Assine nossa newsletter para continuar recebendo nossos artigos!