O bruxismo é uma desordem funcional muito comum que, além dos adultos, atinge também as crianças, sendo menos comum na adolescência.

Pessoas que têm essa condição rangem ou apertam os dentes durante o sono, de forma involuntária e ritmada. Mas há casos em que a disfunção acontece durante o dia e é chamada de briquismo.

O bruxismo pode provocar desde dores de cabeça e na articulação temporomandibular (ATM) — devido à pressão exercida sobre os dentes — até problemas mais sérios, como desgaste, fratura e perda de dentes.

No artigo de hoje, vamos falar sobre as causas do bruxismo e como tratar o problema para evitar danos à saúde bucal. Boa leitura!

Quais são as causas do bruxismo?

As causas exatas do bruxismo ainda são desconhecidas, mas o problema está relacionado a algumas condições, que podem ou não atuar em conjunto. Listamos algumas delas abaixo:

Estresse e ansiedade

Quando a principal causa do bruxismo está relacionada aos problemas emocionais, o distúrbio se intensifica quando a pessoa está sob grande pressão. Ele tende a cessar nos dias mais tranquilos, não acontecendo todas as noites.

Ranger os dentes se torna uma válvula de escape nos momentos de maior tensão, ansiedade e estresse.

Problemas de oclusão

Dentes desalinhados e apinhados comprometem o correto fechamento da boca e encaixe dos dentes, favorecendo a disfunção funcional.

Apneia do sono

Distúrbios do sono como a apneia podem desencadear o bruxismo, pois a pessoa tende a ficar com a boca aberta, desalinhando o encaixe dos dentes.

Refluxo estomacal

Refluxos gástricos que atingem o esôfago e a boca também podem desencadear eventos de bruxismo.

Resposta à dor de ouvido

Como a articulação temporomandibular está muito próxima aos ouvidos, o bruxismo pode ser uma resposta ao estímulo doloroso ou da coceira que antecede a inflamação, numa tentativa de sanar a dor.

É uma causa mais comum em crianças, mas que também pode acometer os adultos. A dor de ouvido também é um dos sinais de bruxismo.

Efeitos de medicamentos psiquiátricos

Essa é uma causa mais incomum. Mas é possível que alguns medicamentos psiquiátricos, como os antidepressivos, em doses inadequadas ou dependendo da resposta do organismo, tenham o bruxismo como efeito adverso.

Como tratar o bruxismo

O bruxismo pode ser tratado de duas formas: protegendo os dentes dos impactos do ato e tratando as causas do problema.

Uso de protetores

Para evitar danos aos dentes, após o diagnóstico do bruxismo, o dentista vai indicar o uso de uma placa interoclusal feita de silicone flexível ou acrílico rígido.

Essas placas são feitas sob medida, se ajustando perfeitamente à arcada dentária do paciente. Devem ser colocadas todos os dias, antes de dormir.

Elas agem restringindo o movimento e absorvendo a pressão exercida sobre os dentes e articulações.

Tratamento ortodôntico

Nos casos em que o bruxismo está relacionado a problemas de oclusão, o dentista vai encaminhar o paciente para um tratamento ortodôntico para corrigir o posicionamento dos dentes.

Prescrição de medicamentos ansiolíticos

Os medicamentos ansiolíticos são indicados quando o bruxismo está fortemente ligado às questões emocionais e psicológicas, que exigem uma intervenção medicamentosa para controlar crises fortes de ansiedade.

É importante lembrar que esses medicamentos só devem ser tomados sob prescrição médica, pois, além dos riscos para a saúde, podem piorar o bruxismo.

Como evitar a crises de bruxismo?

Especialmente nos casos em que o bruxismo está relacionado ao estresse e desgaste emocional, práticas simples de relaxamento e alívio da tensão antes de ir dormir podem ajudar a evitar as crises:

  • mastigar alimentos como cenoura ou maçã, que são mais duros, acalma a hiperatividade mandibular e ajuda a descarregar a tensão;
  • colocar compressas de água morna no rosto, ao redor dos músculos da mandíbula, reduz a tensão sobre eles;
  • fazer atividades que desaceleram o cérebro e relaxam o corpo, especialmente nos dias mais estressantes;
  • evitar as bebidas estimulantes, com cafeína e energéticos;
  • meditar e ouvir músicas relaxantes melhora o sono e reduz a tensão;
  • aparelhos eletrônicos, como celular e tablet, devem ficar longe da cama, pois, estimulam as atividades cerebrais, deixando o sono mais agitado.

Gostou do nosso post sobre as causas do bruxismo? Compartilhe-o com seus amigos em suas redes sociais!