A escovação dental regular é uma das melhores formas para manter a saúde bucal em dia. Porém, com a popularização da escova elétrica, uma pergunta tem surgido na mente de muitas pessoas em relação à forma ideal para se fazer isso. Escova convencional ou elétrica, qual é o melhor instrumento para a sua higienização bucal?

É importante salientar que ambas desempenham um ótimo trabalho em relação à manutenção da saúde bucal, só que com algumas variações entre as vantagens e desvantagens. Confira agora essas características e identifique a que atende melhor as suas necessidades!

Qualidade

A qualidade da escovação em relação ao instrumento elétrico tende a ser maior do que a convencional. A escova comum, como depende da vontade e da força humana, está sujeita a mais falhas, podendo promover uma escovação irregular. Como acontece quando um indivíduo escova um lado da boca com mais vitalidade que o outro.

A escova elétrica, por outro lado, apresenta uma movimentação com rotações padronizadas. O que a torna mais efetiva na remoção das placas.

Preço

O preço é uma das vantagens mais perceptíveis da escova convencional no comparativo com a elétrica, uma vez que ela pode custar entre 10 a 20 vezes menos. Sendo que a escova automatizada também tem que fazer a troca de suas cabeças de 3 em 3 meses, o que eleva ainda mais o seu custo.

Método

Embora a escova elétrica tenha uma maior potência de limpeza, isso não quer dizer que devemos aposentar a convencional. Os seus resultados são equiparáveis. A diferença é que você depende menos da vontade humana com as escovas automatizadas. E quando falta vontade, falta qualidade.

Ou seja, é possível obter uma limpeza correta e completa com ambos os tipos, porém a escova convencional vai te pedir um pouco mais de atenção e energia.

Afinal, devo escolher a escova convencional ou elétrica?

Qual seria, então, a melhor escolha? Isso vai depender principalmente do quanto você está disposto a investir para obter um pouco mais de conforto. A escova elétrica, de fato, tem chances maiores de promover uma escovação completa.

Porém, uma higienização atenciosa, feita com uma escova convencional, não perde em nada nessa briga. Portanto, a melhor escolha é a que for mais conveniente para o seu caso.

Uma outra opção para quem deseja realmente investir em sua saúde bucal são as escovas sônicas. Elas são muito parecidas com as elétricas, mas possuem um número de rotações por minuto (rpm) bem mais alto.

Enquanto as escovas elétricas alcançam entre 3000 e 7000 rpm, as sônicas atingem entre 30.000 e 40.000 rpm. Dessa forma, elas se tornam ainda mais eficazes na remoção das placas.

Seja qual for a sua escolha, é importante ter em mente que uma higienização completa não pode se limitar apenas à escovação. As escovas, por mais potentes que possam ser, não conseguem alcançar o espaço entre os dentes.

Sendo assim, lembre-se sempre de passar o fio dental, pelo menos uma vez ao dia, de preferência antes de dormir. Somente dessa forma sua saúde bucal estará garantida.

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre o assunto, já se decidiu entre a escova convencional ou elétrica? Então, compartilhe este artigo em suas redes sociais! Assim, você ajuda os seus amigos a entenderem melhor a diferença entre os dois modelos!