Ao longo da vida, pequenos acidentes frequentemente geram a quebra de um dente, um corte nos lábios ou algum sangramento gengival. Nesses momentos, sempre aparece a dúvida: o que fazer em caso de emergência odontológica? Existe algum serviço de pronto atendimento? É necessário resolver o problema no mesmo dia? Como transportar o dente?

Vamos responder a essas e outras perguntas aqui no post. Confira!

O que é uma emergência odontológica?

Emergência odontológica é toda situação de sofrimento, dor ou desconforto que tenha origem na cavidade oral, seja nos dentes, nas gengivas, na bochecha, na língua ou nos ossos da região.

Quais situações podem ser consideradas uma emergência odontológica?

  • dor de dente intensa de início súbito;
  • mordida ou trauma nos lábios, na língua ou nas bochechas;
  • descolamento de coroa;
  • dor na gengiva;
  • abscessos dentários;
  • objetos presos entre os dentes;
  • fratura de dentes;
  • perda de dentes;
  • qualquer trauma na região da boca.

Como agir durante a emergência?

O mais importante é manter a calma e não tomar ações precipitadas sem a orientação de um profissional qualificado. Antes de chegar ao local de atendimento, realize os seguintes passos:

  • enxágue a boca com água morna;
  • tente remover qualquer objeto preso entre os dentes com o fio dental, delicadamente. Se isso não resolver o problema, não tente usar objetos pontiagudos ou de corte;
  • em caso de fraturas ou queda de dentes, enxague o dente com água morna para retirar sujeiras, mas não esfregue a região da raiz do dente;
  • se ocorreu a queda de um dente de leite, armazene o dente em um pote com leite, soro fisiológico ou saliva da pessoa que se acidentou e leve-o para o local de atendimento. Nunca tente encaixar o dente de leite de volta na gengiva pois isso pode danificar o dente permanente que se encontra logo embaixo;
  • se ocorreu a queda de um dente permanente, tente encaixar o dente de volta no local da gengiva e procure atendimento imediatamente;
  • aplique pressão direta sobre qualquer foco de sangramento com um pano limpo;
  • faça compressas frias na face para reduzir a dor e o inchaço;
  • não faça compressas quentes ou frias diretamente na gengiva ou nos dentes;
  • não aplique qualquer medicamento ou pomada nos dentes e nas gengivas;
  • evite qualquer tratamento caseiro;
  • procure um atendimento odontológico imediatamente.

Como é feito o atendimento na emergência odontológica?

Primeiramente, o dentista realiza uma consulta rápida para examinar o local da lesão e avaliar a situação, criando um plano de atendimento e decidindo se é necessário realizar exames radiográficos.

Em seguida, é possível realizar extrações de dentes, reimplantes dentários, drenagem de infecções, controle de sangramentos, sutura de cortes, retirada de objetos presos entre os dentes, substituição de coroas etc.

Onde procurar atendimento?

É fundamental procurar atendimento em um serviço de saúde equipado com um pronto-socorro odontológico, que pode estar presente em hospitais tradicionais ou em centros de saúde especializados em atendimentos odontológicos.

Se o paciente possui plano de saúde dentário, basta ligar para a central de atendimento para receber orientações de primeiros cuidados e endereços dos locais de atendimento.

Já entendeu tudo sobre emergência odontológica? Confira agora o nosso post sobre a importância de incluir uma visita ao dentista em seu check-up médico!