O refrigerante mais vendido no mundo tem muitos mitos à sua volta — uma boa parte deles alertando sobre seus possíveis danos à saúde, inclusive à saúde bucal. Cáries, manchas, desgastes e queda dos dentes são algumas das preocupações dos que defendem o fim do consumo da bebida. Quem nunca ouviu falar que um dente imerso em Coca-Cola por um mês desaparece?

É sobre a relação entre beber Coca-Cola e saúde bucal que vamos falar no nosso artigo de hoje. Confira!

Beber Coca-Cola deixa os dentes amarelos?

Primeiro é preciso esclarecer que há uma diferença entre mancha nos dentes e dentes amarelados.

Alimentos e bebidas pigmentados como a Coca-Cola podem sim causar manchas nos dentes. No entanto, dentes amarelos têm duas outras causas: o tabaco e o envelhecimento da dentina, que é a parte do dente que fica embaixo do esmalte e tem naturalmente uma cor amarelada.

Quando há um desgaste do esmalte — que é translúcido — a dentina fica mais aparente, dando o tom amarelado aos dentes. Como o consumo excessivo de Coca-Cola pode danificar o esmalte do dente, a bebida também pode deixar os dentes amarelos.

Por que Coca-Cola mancha os dentes?

Com o passar dos anos o esmalte dos dentes — responsável pela cor clara e brilhante dos dentes — sofre um desgaste natural, tornando-se mais poroso. Esse processo facilita que os pigmentos presentes em alimentos fortemente pigmentados se acumulem nos dentes.

Quando há uma má higiene bucal, aliada ao consumo exagerado desses produtos, esses pigmentos acabam se fixando e causando as manchas.

Além disso, o alto pH da Coca-Cola deixa a superfície dos dentes mais ácida, o que pode gerar erosões e alterações nas estruturas do esmalte dos dentes. Essas microerosões podem levar a infiltrações de líquidos e bactérias para o interior do dente, o que contribui para a formação de manchas brancas.

Beber Coca-Cola causa cáries?

Muitos estudos e experimentos já foram feitos para testar se o consumo de Coca-Cola causaria danos mais sérios aos dentes, como as cáries. Foi demonstrado que o consumo excessivo de refrigerante, junto com a falta de higiene bucal, pode favorecer a desmineralização do esmalte do dente, facilitando o acúmulo de bactérias que levariam a cáries.

Os testes com dentes de leite mostraram que os danos a eles podem ser ainda mais severos e chegar à câmara pulpar.

Por que a Coca-Cola é nociva aos dentes?

Além da alta concentração de açúcares que facilita a proliferação de bactérias, a bebida possui em sua formulação uma pequena quantidade de ácido ortofosfórico — o mesmo ácido utilizado pelos dentistas para provocar microabrasão nos tecidos dentários.

Em contato com os açúcares esse ácido forma o fosfato de cálcio, que é facilmente excretado pelo organismo. Porém, em excesso, ele pode dificultar a absorção de cálcio, o que leva a problemas nos dentes e ossos.

É possível beber Coca-Cola sem prejudicar os dentes?

Você não precisa parar de tomar Coca-Cola para preservar os dentes. A recomendação é sempre evitar os excessos e manter uma boa higiene bucal.

Para reduzir o efeito abrasivo do refrigerante sobre o esmalte dos dentes, enxague a boca com água após tomar a bebida e escove os dentes uma hora depois.

Conhece outros mitos sobre beber Coca-Cola e a saúde dos dentes? Compartilhe conosco deixando o seu comentário!