Já é de comum acordo dizermos que para uma clínica se destacar no mercado, ela deve ter boas práticas de gestão interna, funcionários qualificados e uma prestação de serviço diferenciada. Mas você já tentou entender como a concorrência pode ser uma vantagem no mundo dos negócios?

A análise de concorrência permite ao empresário definir padrões de qualidade que se sobressaiam: entender sobre o competidor ajuda a definir melhores métricas para uma boa produtividade no serviço.

Pensando nisso, hoje vamos falar sobre como fazer uma pesquisa de qualidade, traçando principais pontos a serem levados em conta e como aproveitar ao máximo essas informações. Acompanhe!

Como fazer uma boa pesquisa de qualidade?

Tão importante quanto entender o próprio negócio é saber como o concorrente atua, suas melhores práticas e o que ele tem oferecido para “brigar” pelos seus pacientes.

Diferentemente do varejo, em que o acesso aos pontos de venda é amplo, em clínicas (que seguem o segmento B2B, sigla para business to business) existem formas de se coletar informações de forma estratégica.

Identifique seus principais concorrentes

O primeiro passo é listar os concorrentes da sua região, permitindo delimitar uma área em que há uma maior disputa pelos pacientes.

Procure por todos aqueles que prestam o mesmo tipo de serviço que você, seja na mesma rua, bairro, ou em quaisquer localidades que seu negócio alcance, priorizando aqueles que você acredita ter o maior potencial de disputa. Essa identificação permite que você dê o próximo passo!

Colete informações

O próximo passo da análise de concorrência é coletar informações sobre essas clínicas — e você pode seguir algumas maneiras práticas de fazer isso!

Artigos de jornais, imprensa, sites, relatórios anuais e folhetos podem trazer informações sobre seus lucros e produtos. Faça um monitoramento desses dados com um software para tornar a coleta mais precisa.

Acompanhar informações como promoções, campanhas publicitárias, posts em blogs e atividades em mídia também são boas práticas para ter um controle de preços e boas práticas dos concorrentes!

Aponte suas vantagens

Uma vez com os dados coletados, é hora de fazer uma análise interna da sua clínica: quais são os pontos fortes? Em que ponto perde mais pacientes? Seu controle de marketing tem tido efeito?

Nesse passo, é possível traçar quais são suas melhores maneiras de captar e manter pacientes e onde você tem pecado. Talvez seja a hora de investir em uma campanha melhor, fazer um melhor controle do público, ou investir em algum outro ponto.

Aponte a vantagem deles

Assim como a análise interna da sua companhia, faça a análise dos concorrentes, tentando traçar as suas qualidades e de que maneira eles se destacam.

Defina sua posição competitiva

Uma vez que você possui todas as informações necessárias para fazer essa pesquisa, comparando com o que você e seus concorrentes têm oferecido para conquistar os pacientes, é hora de definir uma posição competitiva.

Faça um planejamento do que deve ser feito para cobrir suas falhas, bem como invista em superar os pontos fortes dos seus competidores, seja melhorando preços, investindo em publicidade etc.

A disputa de mercado está presente na vida de qualquer empresário, mas simples atos como fazer uma análise de concorrência pode ajudá-lo a se destacar e atuar de maneira mais estratégica.

Gostou do nosso artigo de hoje? Então siga a gente nas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram) e encontre diversas dicas para ajudá-lo a gerenciar a sua clínica!