Se você quer garantir um sorriso bonito e saudável, então é bem provável que seja criterioso na escolha do seu dentista. Quando o assunto é um tratamento ortodôntico, então o cuidado deve ser ainda maior.

Para quem não sabe, esse é o profissional especializado em corrigir o posicionamento dos dentes e dos ossos maxilares. Essa é uma forma de melhorar a estética do sorriso e facilitar a limpeza, já que os dentes tortos podem dificultar a tarefa.

Ainda assim, nem sempre sabemos o que considerar no momento de escolher, mas foi pensando exatamente nisso que criamos este post! Veja o que levar em conta antes de fechar seu tratamento. Essa é a melhor maneira de se prevenir e evitar qualquer tipo de problema.

Analise o tempo de experiência

O tempo que um profissional se dedica a fazer alguma coisa é um ótimo indicativo. Para começar, se ele tem clientes até hoje, então é bem provável que exerça um bom trabalho. Além disso, esse tempo serviu para que ele adquirisse ainda mais experiência e aperfeiçoasse a atuação.

Portanto, antes de ir entrando em qualquer consultório, veja quanto tempo esse profissional está no mercado e entenda que essa pode ser uma ótima maneira de escolher seu ortodontista.

Cheque as especializações

Para começar, o dentista formado deve fazer uma especialização para atender como ortodontista. Isso significa que ele tem mais horas de estudos e pode lidar com casos mais complexos — assim como oferecer melhores resultados.

Além disso, nos dias de hoje é indispensável que o profissional siga se atualizando. Com o desenvolvimento da tecnologia, muitas alternativas mais rápidas e mais eficientes têm surgido, então é bom ficar de olho.

Portanto, quando o assunto for como escolher ortodontista, não deixe de checar se ele se atualizou nesse tempo também. Assim você garante um serviço de melhor qualidade!

Veja o reconhecimento de mercado

O reconhecimento do mercado ainda é um dos principais indicativos (e, por razões bem óbvias, você não deve desconsiderá-lo). Pense que isso é fruto de outros pacientes que ele atendeu e da forma que se portou em todos esses anos.

Veja o que o mercado, outros dentistas e outras pessoas falam desse profissional. Assim você fica sabendo o nível do serviço que ele presta.

Considere a avaliação de outros pacientes

Quer maneira melhor de saber como escolher ortodontista que por outras pessoas que já foram atendidas por ele? Essa é uma maneira de entender como ele trata os pacientes, quanto cobra e que tipo de resultado entrega.

Caso não tenha sido uma indicação, então procure conversar com alguém que já foi atendido por esse profissional. Essa é uma ótima maneira de saber se está tomando uma decisão acertada e seguir mais seguro.

Avalie a tecnologia usada no consultório

Um profissional engajado com os melhores resultados está sempre de olho na melhor tecnologia disponível. Isso significa investimento para oferecer a melhor alternativa para os pacientes.

Portanto, para não cair em um procedimento ultrapassado, não deixe de analisar se os aparelhos são de qualidade e modernos. Um bom parâmetro são os aparelhos ortodônticos feitos por meio de uma tecnologia 3D.

Depois de descobrir como escolher ortodontista ideal é muito importante considerar esses pontos para não cair em uma cilada. Encontrar um profissional capacitado é fundamental para garantir um bom tratamento e, por consequência, por resultados.

Aproveitando a importância do sorriso, não deixe de ler nossa postagem sobre como ele pode influenciar no marketing pessoal!