A vantagem competitiva de uma empresa é dividida em três grandes segmentos: preço, diferenciais competitivos e pessoas.

Em um mercado tão concorrido como o odontológico, é fundamental definir os diferenciais competitivos certos para que a sua clínica se destaque.

Que tal conferir as nossas dicas?

Entenda o propósito da sua clínica

Toda empresa, inclusive clínicas odontológicas, nascem com um propósito que vai além de atender pacientes e obter lucro. Pode ser melhorar a qualidade de vida das pessoas, promover uma sociedade mais feliz e sorridente ou transformar a autoestima das pessoas por meio do sorriso, por exemplo.

Entender qual é esse propósito ou missão da sua clínica vai ajudar a definir os diferenciais competitivos que vão conectar sua marca aos pacientes ideais.

Faça uma análise de mercado

Para diferenciar sua clínica odontológica das demais, é necessário conhecer a concorrência e o que ela faz de melhor. Só assim você conseguirá definir quais são os atributos que fazem da sua clínica única.

Essa análise de mercado deve levar em consideração serviços e produtos oferecidos, tecnologias utilizadas, qualificação da equipe, atendimento, grau de inovação nos tratamentos, e tudo o que você conseguir reunir de informação.

Com os dados em mãos, faça um quadro comparativo, listando os itens em que sua clínica é melhor que as demais.

Conheça seu público

Ter diferenciais competitivos vai além de dizer que a sua clínica é diferente das demais. Para fazer realmente a diferença no mercado, seus diferenciais devem se conectar com as necessidades do seu público.

É por isso que compreender o perfil das pessoas que a sua clínica atende é fundamental. Qual é a média de idade? E o poder aquisitivo? O que essas pessoas valorizam? O que elas esperam de uma clínica odontológica?

Construa suas personas (perfil de cliente ideal) e liste de que forma sua clínica pode atender às necessidades delas.

Identifique as oportunidades de diferenciação

Sua clínica pode se destacar pelo atendimento individualizado, pelas tecnologias que utiliza, pelas inovações que implementa ou pela região geográfica que atende, caso existam filiais.

Também é possível destacar a qualificação da sua equipe, a abrangência de especialidades e o tempo médio de tratamento.

O preço pode entrar como um fator de diferenciação? Sim, pode. Entretanto, é muito fácil que um concorrente consiga praticar os mesmos preços que a sua clínica, portanto, você perderia esse diferencial competitivo facilmente.

Avalie o que vale a pena

Mesmo que você tenha uma lista enorme de diferenciais competitivos que poderiam ser usados como argumento junto aos seus pacientes, é preciso avaliar se eles são financeiramente viáveis.

Em outras palavras, eles trazem lucro real para a clínica? Por exemplo: se você tem uma clínica odontológica popular, para um público de baixa renda, talvez a automação do agendamento das consultas não seja um diferencial percebido pelos pacientes, mas pode fazer diferença para os funcionários, no sentido de melhorar a organização e produtividade.

Porém, se seu público relaciona bem com a tecnologia, esse pode ser um ponto positivo para a sua marca e atrair mais pacientes.

Definir diferenciais competitivos é um processo contínuo. Afinal, a concorrência também está sempre trabalhando para encontrar novas formas de captar clientes. Portanto, não fique parado! Baixe agora o e-book Desenvolvendo vantagens competitivas para a sua clínica odontológica e saia na frente!