Halitose: uma palavra pequena para um problema enorme! O mau hálito é uma condição extremamente comum e atinge pessoas de todas as idades, causando desde situações desagradáveis até problemas mais graves relacionados à saúde bucal.

Contudo, o cheiro ruim exalado pela boca ainda é considerado um tabu na sociedade, e a vergonha do paciente pode impedi-lo de procurar ajuda profissional e, assim, obter o tratamento adequado.

Apesar do que normalmente se acredita, a halitose não está necessariamente ligada à falta de higiene. Existem diversos fatores que podem aumentar o mau hálito, desde hábitos de alimentação até uso de certos medicamentos que afetam a salivação.

Porém, o descuido ao escovar os dentes é uma das causas mais comuns desse problema, que atinge quase 50 milhões de brasileiros atualmente.

Se você ainda não está convencido das consequências negativas que um simples mau hálito pode causar, confira algumas situações constrangedoras que podem surgir por não tratar a halitose:

1. Em uma entrevista de emprego

Se candidatar a uma vaga de emprego é, por si só, uma situação difícil. É preciso passar uma boa impressão em apenas alguns minutos, e demonstrar ao recrutador que você é a melhor opção para o cargo. Mas é praticamente impossível fazer isso se você precisa manter distância por conta do mau hálito, não é mesmo?

2. Na paquera

O truque de mascar um chiclete pode até disfarçar o mau hálito por alguns minutos, mas o efeito não dura muito. E na hora da paquera, não basta se vestir bem, passar um perfume marcante e ter um bom papo se a halitose der as caras.

Afinal, como se aproximar de uma pessoa especial se você não pode sorrir, dançar coladinho ou chegar mais perto para uma conversa?

3. Em reuniões de família

Se reunir com a família deve ser um momento de alegria e descontração, mas o programa pode ir por água abaixo se a boca estiver com aquele cheirinho desagradável.

E como conversar com os parentes, rir das piadas e contar as novidades se é preciso colocar a mão na boca para disfarçar o mau hálito?

4. Na reunião com o chefe

Muitas pessoas não percebem, mas a halitose pode impactar até mesmo a vida profissional. Quando o hálito não colabora, fica difícil conversar com o chefe, trocar ideias com os colegas ou dar sugestões em reuniões importantes.

Se o mau hálito começa a atrapalhar seu desempenho no trabalho, é hora de procurar ajuda!

5. Nos encontros com os amigos

Seja no happy hour, no churrasco com os amigos ou naquela partida de futebol no final de semana, um hálito refrescante é indispensável para que o momento seja agradável.

Mas o programa pode virar uma furada quando o mau cheiro da boca impede uma simples conversa. E quem não conhece aquele amigo que deixa de ser convidado justamente por causa do mau hálito?

Situações como essa vão muito além de uma gafe: a halitose pode prejudicar a vida profissional, social, amorosa e familiar, além de causar insegurança, isolamento social, alterações de comportamento e problemas de autoestima.

Em muitos casos, a pessoa pode nem saber que tem mau hálito, já que nos casos de halitose crônica o olfato se adapta ao odor.

Para resolver esse problema, a orientação básica é fazer uma higiene adequada da boca e dos dentes, que inclui:

Para os casos persistentes, é necessário consultar o dentista para que a causa da halitose seja identificada e tratada. Afinal, o mau hálito tem cura!

E você, já passou por alguma situação constrangedora relacionada à halitose? Já teve que avisar um amigo sobre esse problema? Para continuar recebendo nossas dicas e ter sempre dentes brancos e hálito puro, nos siga nas redes sociais: estamos no Facebook, no Twitter e no Instagram!