A busca por um sorriso alinhado progrediu bastante nas últimas décadas. A invenção do aparelho ortodôntico fixo trouxe fim aos problemas de mordida de muitos indivíduos, garantindo um sorriso mais atraente, facilitando a higiene bucal e reduzindo o risco de perda dentária ou doenças bucais graves.

Apesar desses feitos, atualmente, esse tipo de aparelho já é considerado uma relíquia por muitos profissionais da odontologia, que preferem optar por estruturas mais tecnológicas e inovadoras. Com esses novos produtos, os resultados obtidos são excelentes e há um ganho em estética e conforto.

Quer entender melhor quais são as desvantagens dos bráquetes metálicos? Confira o restante do nosso post!

Dificuldade de higienização

Como os bráquetes ficam colados aos dentes durante todo o tratamento ortodôntico, a escovação se torna um processo bem mais complicado e trabalhoso.

Assim, para que a higiene bucal seja feita de forma adequada é necessário usar uma escova de dente com cerdas em tufo e cabeça pequena e contar com a ajuda de um passa fio para limpar o espaço entre os dentes com o fio dental. Com todas essas etapas, cada escovação pode demorar até 30 minutos.

Prejuízo estético

Por mais que o uso de aparelhos ortodônticos tenha se popularizado, o sorriso metálico continua sendo um aspecto desvalorizado esteticamente. Para quem depende da imagem no trabalho, precisa investir em marketing pessoal ou quer manter um look mais refinado para conquistar um novo relacionamento amoroso, o uso do aparelho tradicional pode se tornar um empecilho.

Restrição alimentar

Alimentos grudentos, pegajosos, fibrosos ou muito resistentes costumam ser proibidos durante o uso do aparelho devido ao risco de eles ficarem presos na estrutura metálica e até danificá-la.

Além disso, é impossível morder frutas mais carnosas, que passam a ser consumidas apenas em pedaços. Por isso, quem usa esse tipo de aparelho precisa cortar da dieta amendoim, manga, balas, maçã, pera, pipoca e diversos outros alimentos.

Dor e desconforto

Devido à grande quantidade de metais, é comum que surjam pequenas feridas na mucosa oral do paciente que usa aparelho fixo. Além dos próprios bráquetes pressionarem a parede interna das bochechas e dos lábios, é possível que o fio se solte nos dentes do fundo e perfure a mucosa.

Ademais, nas consultas de manutenção, o aparelho é apertado e os dentes sofrem uma tração intensa e dolorosa.

Cáries e outras doenças bucais

Considerando a dificuldade de higienização dos dentes e a possibilidade de acúmulo de restos alimentares na estrutura do aparelho, por conta dos bráquetes metálicos, a incidência de placa bacteriana costuma aumentar bastante durante o tratamento ortodôntico. Com a placa, outras doenças bucais podem surgir, como cáries, mau hálito, periodontite e abscessos.

Consultas de manutenção demoradas

A cada consulta com o dentista, é necessário trocar o fio que une os bráquetes e prendê-lo com borrachinhas em cada dente. Isso faz com que o atendimento seja demorado, tomando tempo do dentista e do paciente e aumentando os custos do tratamento como um todo.

Agora que você já sabe tudo sobre as desvantagens dos bráquetes metálicos, que tal descobrir sobre uma das alternativas existentes no mercado: os aparelhos transparentes!